FDA aprova Keytruda para qualquer tumor sólido

Esta é a primeira vez que a agência aprovou um tratamento contra o câncer com base em um biomarcador comum em vez da localização no corpo onde o tumor se originou.

keytruda-plano-de-saude

O FDA concedeu aprovação acelerada de Keytruda (pembrolizumab) para pacientes cujos cânceres têm uma característica genética específica (biomarcador). Esta é a primeira vez que a agência aprovou um tratamento contra o câncer com base em um biomarcador comum em vez da localização no corpo onde o tumor se originou.

ENTENDA: O que são Biomarcadores em oncologia de precisão?

Keytruda (pembrolizumab) é indicado para o tratamento de pacientes adultos e pediátricos com tumores sólidos não resecáveis ​​ou metastáticos que foram identificados como tendo um biomarcador chamado de insegurança por microssatélites alto (MSI-H) ou falha na reparação inadequada (dMMR). Esta indicação abrange pacientes com tumores sólidos que progrediram após o tratamento prévio e que não têm opções de tratamento alternativas satisfatórias e pacientes com câncer colorretal que progrediu após o tratamento com certos medicamentos de quimioterapia.

Leia notícia na íntegra: FDA approves first cancer treatment for any solid tumor with a specific genetic feature

Fonte: Oncologia Brasil

 

DIREITOS DO PACIENTE ONCOLÓGICO

Fique atento: cláusulas abusivas no contrato do plano de saúde que limitam o acesso a tratamentos mais modernos e medicamentos de alto custo podem ser consideradas nulas pela Justiça. É dever da operadora de saúde garantir cobertura a diagnósticos menos invasivos e tratamentos com menor toxicidade para que o paciente possa buscar a cura de sua doença.

LEIA MAIS: Planos de saúde não podem negar tratamentos e medicamentos