Pacientes que têm plano de saúde estão recorrendo mais à Justiça

Fonte: TV Brasil

Pesquisa do Departamento de Medicina Preventiva da USP revela que, só em São Paulo, ações contra planos de saúde cresceram mais de 600% nos últimos 6 anos, e que em 88% dos casos, as decisões são favoráveis ao consumidor.

O advogado Rafael Robba, mestrando do Departamento de Medicina Preventiva da Faculdade de Medicina da USP e um dos autores da pesquisa, aponta que além dos abusos e da piora dos serviços prestados, a ANS falha em fiscalizar e punir as operadoras. 

"Além de comprometer a saúde e a própria vida do beneficiário, pode comprometer o bom funcionamento do sistema de saúde. Pois muitos desses beneficiários que recebem a negativa da operadora de plano de saúde, eles acabam buscando o SUS", diz o advogado especialista na área de direito à saúde.

Fonte: TV Brasil