Rescisão unilateral | Vilhena Silva Advogados
(11) 3256.1283 Consulte seu processo

Rescisão unilateral

A Lei 9.656/98 - Lei dos Planos de Saúde prevê a possibilidade da rescisão unilateral do contrato de plano de saúde se houver fraude ou falta de pagamento da mensalidade por período superior a 60 (sessenta) dias, consecutivos ou não, nos últimos doze meses de vigência do contrato, desde que o consumidor seja notificado até o quinquagésimo dia de inadimplência.

Portanto, a legislação autoriza o cancelamento do plano de saúde em caso de inadimplência do segurado, mas tal conduta está condicionada à prévia notificação do consumidor.

Na maioria das vezes, os planos de saúde não cumprem esta determinação e cancelam o convênio sem dar ao consumidor a oportunidade de quitar seu débito. Contudo, o Tribunal de Justiça de São Paulo tem entendimento já consolidado de que tal prática é ilegal: Súmula 94: "A falta de pagamento da mensalidade não opera, per si, a pronta rescisão unilateral do contrato de plano ou seguro de saúde, exigindo-se a prévia notificação do devedor com prazo mínimo de dez dias para purga da mora.”

Leia também: Plano de saúde cancelado por inadimplência exige prévia notificação

Muitas vezes, os beneficiários de planos coletivos por adesão, ou seja aqueles firmados através de Sindicato ou Entidade de Classe, são surpreendidos com a informação do cancelamento da apólice por solicitação da operadora de saúde, sem qualquer justificativa.

Nestes casos, a administradora deverá ofertar ao consumidor outro plano de saúde, com padrão de acomodação, faixa de preço e rede hospitalar semelhante ao anterior e sem exigência de novos períodos de carência. Caso não haja oferta de novo plano ou haja imposição de novos períodos de carência, o consumidor de buscar seus direitos junto ao Poder Judiciário.

Desta forma, o beneficiário que tiver o convênio médico cancelado, sem sua prévia notificação, deve buscar seus direitos e pleitear junto ao Poder Judiciário a respectiva reativação.

Saiba mais: O cancelamento unilateral do contrato empresarial pela operadora na visão do Poder Judiciário

Eventos

A V edição do Congresso se dará no período de 20 a 23 de junho de 2017, com o tema central “Saúde, financiamento e gestão”, que abordará os reflexos no contexto de três linhas de ação: a saúde...

Leia mais

Publicações

Análise do caso julgado pelo STJ, que reconheceu a responsabilidade solidária de todas as empresas do grupo Unimed. Estudo do advogado Rafael Robba, mestrando...

Download do arquivo

Ver mais

Vídeos

Entenda as novas regras para cancelamento dos planos de saúde. A resolução permite o cancelamento imediato mesmo se o beneficiário estiver devendo...

Assista agora

Ver mais

Saiu na Mídia

A lentidão no processo de aprovação de um medicamento não pode se tornar uma barreira para que os pacientes tenham acesso rápido a novas drogas que podem até salvar vidas.

Leia mais